UMA BOA GARGALHADA FAZ MESMO BEM PARA A SAÚDE!

E quer saber o melhor? A ciência confirma!

Certeza que, antes de chegar neste texto, você deve ter visto um daqueles vídeos hilários na internet, muito possivelmente com um cachorro ou um gatinho, e dado boas risadas, como se não houvesse amanhã. Se não foi antes, muito possivelmente vai ser assim que terminar a leitura.

O ponto é que o riso é um fenômeno universal que ultrapassa cultura, idade e é umas das expressões mais utilizadas na comunicação entre as pessoas. E desde a década de 70 ele tem despertado a atenção da ciência como uma possível terapia para tratar doenças ou reduzir o estresse.

Uma boa risada mexe com o corpo todo! Inicialmente, ela aumenta os batimentos do coração e a frequência da respiração. Logo depois, os batimentos cardíacos e a pressão diminuem; e vem o período de relaxamento muscular, que pode durar até 45 minutos. Segundo um estudo antigo, da década de 90, rir cem vezes durante o dia tem os mesmos efeitos para o coração e a respiração que fazer exercícios de remo durante 10 minutos.

01_shutterstock_332500766

Cientificamente, sabe-se que o riso provoca a liberação da tal da endorfina, uma substância natural produzida pelo cérebro que está relacionada a sentimentos de euforia, prazer e melhora do humor. Além disso, a endorfina diminui e previne a dor, reduz a pressão sanguínea e os hormônios relacionados ao estresse. Sendo assim, rir pode reduzir tensões musculares e melhorar a capacidade do corpo em se adaptar a esforços físicos moderados.

O riso também pode melhorar o sistema de defesa do corpo: já foi observado um aumento da atividade de células do sistema imunológico (responsáveis por proteger o corpo de diversas doenças) em pessoas que riem mais. Inclusive a “terapia com riso” tem sido estudada em idosos com doença de Parkinson por trazer efeitos benéficos à saúde e bem-estar.

Assim como a interação entre crianças hospitalizadas com palhaços, tem mostrado melhora no estado emocional e a redução da percepção da dor. Ainda precisa de mais alguns motivos para rir? O riso também colabora com a memória, com as relações interpessoais, com o bem-estar psicológico, com a qualidade de vida e com o humor.

Que tal praticar um pouco?

02_shutterstock_385838179

- Passe mais tempo com os amigos ou pessoas queridas. Em uma conversa descontraída, a chance de boas risadas aumenta.

- Dedique algum tempo para relaxar, desligar o cérebro e assistir alguns vídeos engraçados na internet. Não importa se for uma daquelas bobagens sem tamanho, vale tudo. Vale também, aliás, combinar uma ida ao cinema ou ao teatro para curtir uma comédia em cartaz.

- Que tal experimentar “yoga do riso”?  Um tipo de yoga que inclui 20 minutos ininterruptos de risada. É bem terapêutico! Dê uma olhada neste link: https://www.youtube.com/watch?v=YH5EStUGHNc

Ah, sim. A gente não prometeu que você ia dar umas boas risadas ao final deste texto? Pois é. Que tal se deixar contagiar pelo bom humor deste vídeo que rapidamente se tornou viral nas redes sociais – e com razão? :)