Quais os benefícios do consumo das sementes para a saúde?

As sementes são essenciais em uma alimentação saudável, por serem extremamente saborosas e nutritivas. São ricas em fontes boas de gorduras, fibras e contém vitaminas e minerais que são essenciais para diversas funções do organismo. Por isso, vamos conhecer mais sobre algumas delas:

A chia é uma semente originária do México, e é extremamente rica em nutrientes como: ômegas 3 e 6 (ácidos graxos poli-insaturados essenciais), proteínas, fibras e minerais. A presença dos ácidos graxos essenciais e de fibras na dieta pode diminuir os riscos de doenças cardiovasculares. A chia também possui os polifenóis, que são compostos antioxidantes, capazes de sequestrar os radicais livres prejudiciais para o corpo. O consumo diário da semente ajuda a melhorar os sintomas da menopausa, devido ao aumento da concentração do ácido linolênico. Além disso, as fibras e as proteínas presentes na chia podem aumentar a saciedade e diminuir o consumo de calorias.

Temos também as sementes de linho, conhecidas como linhaça, que são compostas por duas espécies: a castanha e a dourada. São sementes ricas em ácidos graxos ômega 3, apresentando quantidades elevadas de fibras, proteínas e minerais, como o ferro, por exemplo. É rica em lignana, um composto que pode ter efeito protetor contra o câncer, osteoporose, com papel importante no alívio dos sintomas da menopausa.

As sementes de gergelim têm origem na Etiópia, e existem cerca de 36 espécies, sendo que a branca e a preta são as mais consumidas no Brasil. É uma boa fonte de cálcio e fósforo, e possui grande quantidade de ácidos graxos insaturados. Contém sesamina e sesamolina, que são compostos que ajudam na regulação do colesterol, da pressão sanguínea, e também são antioxidantes.

Por último, porém não menos importante, a semente de girassol, nativa da América Central e cultivadas no mundo todo. É rica em vitamina A, minerais, vitaminas e possui proteína de boa qualidade. Tem atividade antibacteriana, anti-inflamatória, ajuda no combate ao câncer e na proteção contra doenças cardiovasculares.

E muitas vezes, uma dúvida que fica é: “como incluir estes alimentos no dia a dia?”

Uma dica é incluir estes alimentos no café da manhã, por exemplo, em vitaminas, mingaus, com frutas e utilizar a criatividade culinária. Além disso, nos dias atuais, existem uma gama de opção de produtos que acrescentam esses ingredientes em sua fabricação, por exemplo, pães integrais, biscoitos e bolos com sementes.

Referências:

  • Coelho MS, Salas-Mellado MM. Revisão: composição química, propriedades funcionais e aplicações tecnológicas da semente da chia em alimentos. Brazilian Journal of Food Technology. 2014;17(4):259-268.
  • Cordeiro R, Fernandes P, Barbosa L. Semente de linhaça e o efeito de seus compostos sobre as células mamárias. Rev bras farmacogn. 2009;19(3):727-732.
  • Nagendra Prasad et al. A review on nutritional and nutraceutical properties of sesame. Journal of Nutrition & Food Sciences. 2012;2:2.
  • Nandha R, Singh H, Garg K, Rani S. Therapeutic potential of sunflower seeds: an overview. International Journal of Research and Development in Pharmacy and Life Sciences. 2014;3(3):967-972.