Quais alimentos ajudam a melhorar o aprendizado e a memória?

Uma alimentação saudável e equilibrada deve ser incentivada ao longo de toda a vida, como forma de garantir o funcionamento adequado do corpo e diminuir o risco de doenças que podem comprometer a qualidade de vida. Com a saúde do cérebro não é diferente, é preciso fornecer os nutrientes corretos para que este órgão essencial cumpra o seu papel.

Veja onde encontrar os principais nutrientes que favorecem a função cerebral, melhorando o aprendizado e a memória:

Carboidratos: a principal fonte de energia para o cérebro é a glicose, obtida a partir do consumo de alimentos fontes de carboidrato, como pães, massas, cereais, frutas e hortaliças. O carboidrato deve fazer parte de um cardápio equilibrado e a sua exclusão da dieta pode trazer prejuízos à saúde.

Ômega-3: é encontrado nos peixes, como sardinha, atum e salmão e na semente de linhaça. O ômega-3 é essencial para a função cerebral. A sua falta pode aumentar o risco para transtornos de déficit de atenção, demência e depressão, além de prejudicar a memória.

Antioxidantes: os alimentos com função antioxidante, ou seja, que ajudam a combater os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento das células, também são aliados do cérebro. Os antioxidantes estão presentes nos óleos vegetais, vegetais verdes escuros, limão, laranja e frutas vermelhas.

Probióticos e prebióticos: já se sabe da estreita ligação entre o cérebro e o intestino, portanto, o consumo de alimentos pro e prebióticos, que melhoram a saúde do intestino também promove benefícios ao cérebro. Chicória, alcachofra, cereais, leite, mel e suplementos específicos são fontes de probióticos e prebióticos.

Cafeína: substância presente no café e chá verde, a cafeína contribui para o aumento da concentração e do estado de alerta.

Triptofano: este aminoácido essencial é precursor da serotonina, hormônio que tem função no cérebro, regulando o humor e melhorando a sensação de bem-estar. O triptofano é encontrado no cacau, aveia, arroz integral, levedo de cerveja, castanhas e leguminosas.

Referências:   Pinilla, FG. Brain foods: the effects of nutrients on brain function. Nat Rev Neurosci. 2008 July; 9(7): 568–578.   Lieberman HR. Nutrition, brain function and cognitive performance. Appetite. 2003.