Atividades físicas durante o expediente contribuem para a saúde do trabalhador

Conheça os benefícios da ginástica laboral e como ela pode promover o bem-estar no ambiente de trabalho

 

Hoje em dia, vivemos um ritmo muito mais acelerado e passamos muito tempo no ambiente de trabalho, locais que nem sempre oferecem estruturas adequadas ao perfil de cada funcionário, fator extremamente prejudicial aos colaboradores.

 

Além disso, os movimentos repetitivos exigidos por algumas funções contribuem para o aparecimento de dores musculares, que podem prejudicar o rendimento e o bem-estar em longo prazo.

 

E uma das maneiras de contornar toda essa situação e amenizar os prejuízos à saúde é através da adoção da ginástica laboral, uma atividade feita no próprio ambiente de trabalho e que tem como objetivo prevenir doenças, como a lesão por esforço repetitivo, conhecida também como LER.

 

Para deixar ainda mais evidente a importância dessa atividade, listamos alguns dos principais benefícios da ginástica laboral para as empresas. Confira:

 

  • Redução do cansaço muscular;
  • Redução do estresse;
  • Melhora da postura;
  • Maior integração entre os trabalhadores;
  • Redução de acidentes do trabalho e afastamento do trabalho;
  • Melhora da autoestima.

 

É importante lembrar que esse tipo de ginástica é muito simples de ser feita e pode ser realizada diariamente ou em dias determinados, por cerca de 10 minutos, durante o horário de trabalho, sendo aplicada por educadores físicos ou fisioterapeutas.

 

Outro fator importante é que essa ginástica pode ter diversos tipos de exercícios, de acordo com o horário que será aplicada ou objetivo, como:

 

Correção da postura: envolve alongamento e fortalecimento dos músculos. Pode ser feita diariamente ou três vezes por semana, com duração de até 12 minutos;

 

Ginástica de compensação: corrige vícios na postura e evita o surgimento do cansaço por meio de alongamento em exercícios que duram até 10 minutos;

 

Aquecimento: feito no início da jornada de trabalho com a proposta de melhorar a concentração e a disposição. Possui até 12 minutos de duração e inclui exercícios de resistência dos músculos, coordenação e equilíbrio;

 

Relaxamento: é realizado no final do expediente com o objetivo de aliviar as tensões e o estresse. Durante cerca de 12 minutos, são feitas massagens, exercícios de respiração e alongamento.

 

Se a sua empresa ainda não oferece ginástica laboral, converse com o seu gestor para a implementação. Caso possua, não deixe de aproveitar os seus benefícios, são apenas alguns minutinhos por dia que fazem a diferença no seu bem-estar.

 

Referências:

 

Maciel, RH. Quem se beneficia dos programas de ginástica laboral?. Cad. Psicol. Soc. Trab. São Paulo, 2005.

 

Candotti, CT; Stroschein, R; Noll, M. Efeitos da ginástica laboral na dor nas costas e nos hábitos posturais adotados no ambiente de trabalho. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Porto Alegre, v. 33, n. 3, p. 699-714, 2011.