5 dicas de introduzir um alimento que não temos afinidade na refeição Algumas estratégias para deixar sua alimentação ainda mais saudável

A maioria das pessoas tem alguma aversão ou não gosta de algum alimento, por exemplo, tem gente que não gosta de brócolis, de chuchu, de jiló, e isso é normal! Não é necessário e muitas vezes nem possível, gostar de tudo, porém, é extremamente importante ao menos tentar introduzir ou experimentar todos os tipos de alimentos para que eles façam parte da sua alimentação!

E pensando nisso, aqui vão algumas dicas de como introduzir estes alimentos:

  • Provar o mesmo alimento mais de uma vez variando as receitas

Para conseguir adaptar-se a um novo alimento e sabor, precisa prova-lo muitas vezes para que o paladar se acostume e possivelmente, a aversão diminua. E de preferência, tentar variar os tipos de preparações e o modo de preparo. Por exemplo, se abobrinha refogada foi “reprovada”, que tal fazer a abobrinha no forno recheada com queijo?

  • Montar pratos bonitos

Montar o prato de uma forma bonita e agradável é muito importante para estimular o desejo e a vontade de comê-lo. Afinal, aquela expressão: “comer com os olhos”, faz todo sentido quando o prato está muito bonito, não é mesmo?? Essa é a hora de inventar, e liberar a sua criatividade. Começar com quantidades pequenas.

  • Comece aos poucos a introdução

Começar com poucas “garfadas” e não comer o prato todo de um alimento não tão apreciado pelo paladar, pode ser uma saída. Para evitar a rejeição, começar sempre com uma colher de sopa, e aumentar gradativamente, até alcançar a quantidade ideal para cada um.

  • Apostar nos temperos

Existe uma série de temperos e especiarias disponíveis nos mercados e feiras. Uma dica é utilizá-los incrementando as preparações! É importante que a refeição tenha um bom aroma, e que o gosto seja melhor ainda. As ervas e especiarias naturais como gengibre, curry, salsa, cebolinha, louro, ajudam na apresentação e deixam a preparação ainda mais deliciosa.

Referências:

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed., 1. reimpr. – Brasília : Ministério da Saúde, 2014. 156 p.